Home Mensagens Chico Xaivier

Chico Xaivier

Tensão Emocional


Não raro, encontramos, aqui e ali, os irmãos doentes por desajustes emocionais.


Quase sempre, não caminham. Arrastam-se. Não dialogam. Cultuam a queixa e a lamentação.

E provado está que na Terra, a tensão emocional da criatura encarnada se dilata com o tempo.

Insegurança, conflito íntimo, frustração, tristeza, desânimo, cólera, inconformidade e apreensão, com outros estados negativos da alma, espancam sutilmente o corpo físico, abrindo campo a moléstia de etiologia obscura, à força de se repetirem constantemente, dilapidando o cosmo orgânico.

Se conseguires aceitar a existência de Deus e a prática salutar dessa ou daquela religião em que mais te reconfortes, preserva-te contra semelhantes desequilíbrios.

Começa, aceitando a própria vida, tal qual é, procurando melhora-la com paciência.

Aprenda a estimar os outros, como se te apresentem, sem exigir-lhes mudanças imediatas.

Dedica-te ao trabalho em que te sustentes, sem desprezar a pausa de repouso ou o entretenimento em que se te restaurem as energias.

Serve ao próximo, tanto quanto puderes.

Detém-te lado melhor das situações e das pessoas, esquecendo o que te pareça inconveniente ou desagradável.

Não carregues ressentimentos.

Cultiva a simplicidade, evitando a carga de complicações e de assuntos improdutivos que te furtem a paz.

Admite o fracasso por lição proveitosa, quando o fracasso possa surgir.

Tempera a conversão com o fermento da esperança e da alegria.

Tanto quanto possível, não te faças problema para ninguém, empenhando-te a zelar por ti mesmo.

Quando a lembrança do passado não contenha valores reais, olvida o que já se foi, usando o presente na edificação do futuro melhor.

Se o inevitável acontece, aceita corajosamente as provas em vista, na certeza de que todas as criaturas atravessam ocasiões de amarguras e lágrimas.

Oferece um sorriso de simpatia e bondade, seja a quem for.

Quanto à morte do corpo, não penses nisso, guardando a convicção de que ninguém existiu no mundo sem a necessidade de enfrenta-la.

E, trabalhando e servindo sempre, sem esperar outra recompensa que não seja a bênção da paz na consciência própria, nenhuma tensão emocional te criará desencanto ou doença, de vez que se cumpres o teu dever com sinceridade, quando te falte força Deus te sustentará e onde não possas fazer todo o bem que desejas realizar Deus fará sempre a parte mais importante.


Emmanuel, Do livro “COMPANHEIRO”, Médium: Francisco Cândido Xavier


 

Carta Íntima


É verdade. Conseguiste matrícula na escola da luz, a fim de que possas servir com mais segurança na causa do bem, mas encontras empeços de toda espécie, no rumo das aquisições a que te diriges.

Consideras muito difíceis as matérias em pauta.

Quantas falhas nas provas de paciência? Quantos desacertos nos exercícios da caridade? Quantos desajustes nas demonstrações de tolerância? E, sobretudo, que montão de erros nos exames do amor?

E choras verificando os problemas que se te afiguram insuperáveis.

Sofres com dependências e recapitulações, boletins de alarme e conseqüências infelizes de teus próprios enganos.

De quando a quando, eis que se te amplia o desencanto, observando o alto número dos companheiros que desertam das aulas e sentes que o vazio cresce ao redor da carteira de trabalho em que te vês.

Entretanto, não esmoreças.

Prossegue.

Possivelmente, ainda não te conscientizaste de que o professor amigo te acompanha.

Onde haveria escola sem mestre?

Ouve. O instrutor que te acolheu, de braços abertos, não te abandona.

Se ele te registra os equívocos e as crises, é que deseja conduzir-te à certeza e à serenidade nos conhecimentos que buscas.

E se insiste contigo para que te mantenhas no aprendizado é porque te ama.

Quando te entristeces, ele é a esperança que te restaura o ânimo enfraquecido.

Quando te afliges, ei-lo a pacificar-te no clarão do discernimento.

Confia e segue adiante.

Ele sabia que vieste à escola a fim de assimilar recursos que, até agora, não possuis e, por isso mesmo, não te pede a elevação que ainda não tens.

Apóia-te nele e persevera.

Em qualquer dificuldade, chama por ele. Talvez ainda não saibas que ele, o nosso mestre, é mais conhecido pelo nome de Jesus Cristo.


Meimei, Médium: Francisco Cândido Xavier

 

Um Momento




Antes de negar-se aos apelos da caridade, medite um momento nas aflições dos outros... Imagine você no lugar de quem sofre. 

Observe os irmãos relegados aos padecimentos da rua e suponha-se constrangido à semelhante situação. 

Repare o doente desamparado e considere que amanhã, provavelmente seremos nós, candidatos ao socorro na via pública. 

Examine o ancião fatigado e reflita que se a desencarnação não chegar em breve, não escapará você da velhice. 

Contemple as crianças necessitadas, lembrando os próprios filhinhos. 

Quando a ambulância deslize rente ao seu passo, conduzindo o enfermo anônimo, pondere que talvez um parente nosso extremamente querido se encontre a gemer dentro dela. 

Escute pacientemente os companheiros entregues à sombra do grande infortúnio e recorde que em futuro próximo, é possível estejamos na travessia das mesmas dificuldades. 

Fite a multidão dos ignorantes e dos fracos cansados e infelizes, julgando-se entre eles, e mentalize a gratidão que você sentiria perante a migalha de Amor que alguém lhe ofertasse. 

Pense um momento em tudo isso!!! E você reconhecerá que a caridade para nós todos é simples obrigação!!!


André Luiz, psicografado por Chico Xavier

 

Justiça na Espiritualidade


Como atua o mecanismo da Justiça no Plano Espiritual?


ANDRÉ LUIZ: 

No mundo espiritual, decerto, a autoridade da justiça funciona com maior segurança, embora saibamos que o mecanismo da regeneração vige, antes de tudo, na consciência do próprio indivíduo.

Ainda assim, existem aqui, como é natural, santuários e tribunais, em que magistrados dignos e imparciais examinam as responsabilidades humanas, sopesando-lhes os méritos e deméritos.

A organização do júri, em numerosos casos, é aqui observada, necessariamente, porém, constituída de Espíritos integrados no conhecimentos do Direito, com dilatadas noções de culpa e resgate, erro e corrigenda, psicologia humana e ciências sociais, a fim de que as sentenças ou as informações proferidas se atenham à precisa harmonia, perante a Divina Providência, consubstanciada no amor que ilumina e na sabedoria que sustenta.

Há delinqüentes tanto no plano terrestre quanto no plano espiritual, e, em razão disso, não apenas os homens recentemente desencarnados são entregues a julgamento específico, sempre que necessário, mas também as entidades desencarnadas que, no cumprimento de determinadas tarefas, se deixam, muitas vezes, arrastar a paixões e caprichos inconfessáveis.

É importante anotar, contudo, que quanto mais baixo é o grau evolutivo dos culpados, mais sumário é o julgamento pelas autoridades cabíveis e, quanto mais avançados os valores culturais e morais do indivíduo, mais complexo é o exame dos processos de criminalidade em que se emaranham, não só pela influência com que atuam nos destinos alheios, como também porque o Espírito, quando ajustado à consciência dos próprios erros, ansioso de reabilitar-se perante a vida e diante daqueles que mais ama, suplica por si mesmo a sentença punitiva que reconhece indispensável à própria restauração.


André Luiz, do livro "A EVOLUÇÃO EM DOIS MUNDOS”, Médium: Francisco Cândido Xavier


 

Necessitados



Grande é a escola da vida humana!...

Disputaste situações de destaque, junto ao homem de altos negócios, crendo encontrar nele o apoio de que necessitas, entretanto, na maioria dos casos, é justamente esse chefe responsável quem precisa de tua proteção sacrificial, a fim de sobreviver.

Aceitaste a união esponsalícia com o cavalheiro nobre e robusto, admitindo seja ele o benfeitor que se te fará defesa e salvaguarda, nas trilhas humanas, e, quase sempre, nele percebes o homem fatigado e aflito que não prescinde do teu auxílio, de modo a cumprir os encargos que a vida lhe reservou.

Solicitaste em casamento a jovem de bonita figuração, na certeza de que ela se te erguerá em consolo e fortaleza na jornada humana e, freqüentemente, nela descobres a mulher frágil e por vezes doente, a requisitar-te continuada atenção para que não resvale em leviandade ou loucura.

Pediste à vida um filho, na esperança de conquistar em teu próprio rebento um companheiro fiel que te continuará o trabalho ou te realizará os mais belos ideais e terminas, muitas vezes, por identificá-lo na posição de um amigo infatigável, a fim de que não te arraste a problemas insolúveis.

Recebeste nos braços uma filha querida, imaginando que o futuro nela te configurará a presença de alguém que te abençoará na velhice ou te assistirá na enfermidade, mas em muitas ocasiões, cedo reconheces nesse coração adorável uma criatura vacilante e rebelde, a reclamar-te tolerância incansável, para que te não precipites na delinqüência.

E assim caminharás na estrada terrestre, aprendendo a amar e a construir, auxiliar e suportar a com heroísmo e paciência, até que te ausentes do Plano Físico na luz da vitória sobre ti mesmo.

E se perguntares ao Senhor da Vida o porquê de tudo isso ele te dirá certamente:

- "Sim, enviei-te os necessitados do mundo para que pusesses igualmente atender à tua necessidade de elevação".


Meimei, Médium: Francisco Cândido Xavier

 

Tudo é Amor

Observa, amigo, em como do amor tudo provém e no amor tudo se resume.

Vida - é o Amor existencial.

Razão - é o Amor que pondera.

Estudo - é o Amor que analisa.

Ciência - é o Amor que investiga.

Filosofia - é o Amor que pensa.

Religião - é o Amor que busca Deus.

Verdade - é o Amor que se eterniza.

Ideal - é o Amor que se eleva.

Fé - é o Amor que se transcende.

Esperança - é o Amor que sonha.

Caridade - é o Amor que auxilia.

Fraternidade - é o Amor que se expande.

Sacrifício - é o Amor que se esforça.

Renúncia - é o Amor que se depura.

Simpatia - é o Amor que sorri.

Altruísmo - é o Amor que se engrandece.

Trabalho - é o Amor que constrói.

Indiferença - é o Amor que se esconde.

Desespero - é o Amor que se desgoverna.

Paixão - é o Amor que se desequilibra.

Ciúme - é o Amor que se desvaira.

Egoísmo - é o Amor que se animaliza.

Orgulho - é o Amor que se enlouquece.

Sensualismo - é o Amor que se envenena.

Vaidade - é o Amor que se embriaga.


Finalmente, o ódio, que julgas ser a antítese do Amor, não é senão o próprio Amor que adoeceu gravemente.

Tudo é Amor.

Não deixes de amar nobremente.

Respeita, no entanto, a pergunta que te faz, a cada instante, a Lei Divina: “COMO?”.


XAVIER, Francisco Cândido. Apostilas da Vida. Pelo Espírito André Luiz. IDE.

 

Política


"Equem governa seja como quem serve" - Jesus- Lucas, 22:26.


O Evangelho apresenta, igualmente, a mais elevada fórmula de vida político-administrativa aos povos da Terra.

Quem afirma que semelhantes serviços não se compadecem com os labores do Mestre não penetrou ainda toda a verdade de suas Lições Divinas.

A magna questão é encontrar o elemento humano disposto à execução do sublime princípio.

Os ideais democráticos do mundo não derivam senão do próprio ensinamento do Salvador.

Poderá encontrar algum sociólogo do planeta, plataforma superior além da gloriosa síntese que reclama o governante as legítimas qualidades do servidor fiel?

As revoluções, que custaram tanto sangue, não foram senão uma ânsia de obtenção da fórmula sagrada na realidade política das nações.

Nem, por isso, entretanto, deixaram de ser movimentos criminosos e desleais, como infiéis e perversos têm sido os falsos políticos na atuação do governo comum.

O ensinamento de Jesus, nesse particular, ainda está acima da compreensão vulgar das criaturas.

Quase todos os homens se atiram à conquista dos postos de autoridade e evidência, mas geralmente se encontram excessivamente interessados com as suas próprias vantagens no imediatismo do mundo.

Ignoram que o Cristo aí conta com eles, não como quem governa tirânica ou arbitrariamente, mas como quem serve com alegria, não como quem administra a golpes de força, mas como quem obedece ao Esquema Divino, junto dos seres e cousas da vida.

Jesus é o Supremo Governador da Terra e, ao mesmo tempo, o Supremo Servidor das criaturas humanas.


Emmanuel, Médium: Francisco Cândido Xavier

O Consolador
http://www.luzespirita.org.br/leitura/pdf/l27.pdf



 

Prece pelos Desencarnados


Pai!... Ao longo da vida fui devolvendo à Ti muitos daqueles que amei... Um a um, às vezes os mais idosos, as vezes os mais jovens, foram retornando para casa, deixando para trás saudades que até hoje me é difícil suportar; flores que trocastes de jardim, deixando em seu lugar o silêncio e a solidão...

Hoje quero pedir por eles, a todos que de uma forma ou outra estiveram ligados à mim nesta encarnação, para que os abençoe e guarde, a fim de que encontrem paz e serenidade no mundo espiritual.

Muitos deles, Senhor, não obstante o coração generoso, afastaram-se do corpo através de enfermidades dolorosas e incuráveis que lhes minaram as forças até o final, deixando na memória de todos o exemplo da coragem e da fé em Teus desígnios, sem esmorecimento...

Outros, Senhor, desiludidos com as provas que lhes cabiam na derradeira existência, não suportaram e sucumbiram, afastando-se da carne pelo suicídio ou pelas drogas, arcando assim com o agravamento dos débitos que lhes diziam respeito e por isso mesmo infinitamente mais infelizes que antes...

Outros, Pai, deixaram para trás os mais belos e santos laços desencarnando em pleno vigor juvenil, desfazendo-se assim de pesados grilhões passados e retornando com a leveza das aves para os ninhos Superiores, para descansar e prosseguir...

Outros ainda, Senhor, deixaram o corpo como quem abandona fardo inútil após cumprida a tarefa, enveredando-se pelos caminhos da felicidade engalanados de luzes e valores, conquistados pelo trabalho santo a que se dedicaram na Terra, em favor de todos os seus semelhantes...

Representaram muito para mim... Para alguns eu pude dizer "te amo", para outros não... No entanto, pela importância que tiveram em minha vida, o meu amor há de lhes ser carinho constante no além, porque acredito que nada se desfaz com a morte do corpo, pelo contrário, se fortalece...

Que hoje, eu possa levar a todos eles o meu pensamento de ternura e gratidão, para que saibam, estejam onde estiverem, que não estão esquecidos na Terra, habitando em minha lembrança e em meu coração com a mesma força e a mesma sinceridade de antes!

Assim seja!

André Luiz,

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 26
Translate
English French German Italian Russian Spanish
Doações
Banner
Pesquisar
Facebook
Popular
Direitos Autorais

Amigos, nossas postagens, fotos, estudos, vídeos e outras publicações são recebidas de amigos ou autorizadas pelos seus responsáveis. Primamos pela ética e o respeito aos Direitos da Propriedade Intelectual. Se você é proprietário de algum material publicado neste site, por favor, informe para que possamos legalizar a divulgação ou proceder a sua imediata retirada. Clique aqui.