Home Mensagens Dr. Adolfo Crises

Crises


Existem algumas palavras que, no decorrer do tempo, acabam tendo o seu significado desgastado ou até mesmo deturpado. A palavra CRISE é uma destas.

Ao ouvi-la, imediatamente, a associamos a dificuldades ou sérios problemas (p.ex.: fulano está em crise, o país está em crise, etc).Isto apresenta apenas meia-verdade, pois na língua chinesa, o ideograma utilizado para representar CRISE tem dois significados: PERIGO e OPORTUNIDADE.

Existem crises espirituais, biológicas, emocionais e sociais (devemos nos recordar de que o ser humano é um espírito que ocupa um corpo físico, tem emoções e vive em sociedade). A primeira crise que enfrentamos é o próprio nascimento. Estamos sossegados no útero materno, nas mais agradáveis condições de temperatura, luminosidade e nutrição, quando somos sacudidos por espasmos musculares que nos deslocam de nosso "ninho" e nos impulsiona pelo canal do parto até que, em meio a uma luminosidade exagerada, alguém nos segura de cabeça para baixo e nos dá uma palmada no bumbum, dando-nos as boas vindas ao mundo físico!

Tudo bem...Tudo bem... Agora sou um bebê rosado que cresce rapidamente e, aí vou enfrentar outra crise: o primeiro dia de aula. Lembram-se como era tragicômico o primeiro dia de aula? A mãe chorando, o filho carregando uma enorme lancheira também aos berros... Tudo bem...Tudo bem...nos adaptamos e vamos vivendo a vida; sempre crescendo. Até que ficamos mocinhos ou mocinhas- é a crise da puberdade; o corpo se modificando, os hormônios nos revelando a sexualidade, e de repente... pimba! Viramos adolescentes (aliás, li em algum lugar uma definição excelente: a adolescência é aquela fase que os meninos passam a querer brincar com bonecas e as meninas com soldadinhos...)Mas, tudo bem... tudo bem..., a vida continua. Vamos crescendo e chegamos a mais uma crise - o vestibular! Nossa, o que eu vou cursar? Acho que farei psicologia.. ou será engenharia de alimentos? E tome crise!

O tempo passa... o tempo voa... Aí nosso jovem já formado, sem emprego e sem saber muita coisa da vida descobre alguém por quem se apaixona. E em meio ao fogo da paixão, chegamos a próxima crise - casar ou não casar, eis a questão... E se casamos, vamos ter filhos, lembrar como nossos pais fizeram conosco e tentar fazer a mesma coisa. É a vida em sua continuidade... O tempo passa, deixando sutilmente suas marcas... o cabelo embranquece, a barriguinha aparece e de repente, outra crise - agora sou um velho aposentado! Nossa, já estou no fim...

O tempo passa e enfrentamos a última crise - a crise da morte. A grande passagem a nos desafiar para a continuidade da vida...

Olhando para trás, começamos a entender a riqueza da vida e o significado das crises que atravessamos. Constituem-se (as crises, em preciosos acontecimentos que podemos viver de forma positiva, crescendo e tornando-nos maduros, ou de forma negativa, acovardando-nos em nossa pequenez. As crises em si, não são boas nem más, são apenas acontecimentos. E viver é superar crises e crescer com elas.

Meu amigo, na hora em que as coisas ficarem "pretas", em que você estiver no meio de uma grande crise, respire fundo procure um lugar tranquilo e relaxe... Você já viveu inúmeras vidas, já enfrentou várias crises e continua inteiro. E sabe por que? Porque você é perfeito! Foi criado por Deus, que lhe ama e quer a sua felicidade.

Pegue uma semente qualquer e a enterre no solo.

O que você fez? Condenou-a a descobrir sua grande crise. Ela viverá na escuridão durante uma tempo, lutará contra a terra que lhe cobre, mas finalmente cumprirá o seu destino de ser uma bela e frondosa árvore. Sem o esforço, a luta e a confiança, isso não seria possível.

E nunca se esqueça; você é uma semente nas mãos de Deus...

Translate
English French German Italian Russian Spanish
Doações
Banner
Pesquisar
Facebook
Popular
Direitos Autorais

Amigos, nossas postagens, fotos, estudos, vídeos e outras publicações são recebidas de amigos ou autorizadas pelos seus responsáveis. Primamos pela ética e o respeito aos Direitos da Propriedade Intelectual. Se você é proprietário de algum material publicado neste site, por favor, informe para que possamos legalizar a divulgação ou proceder a sua imediata retirada. Clique aqui.