Home Mensagens

Mensagens

CAIXINHA DE REMÉDIOS

 Muitas vezes nesta vida, nós somos o remédio da vida de outras pessoas!

 Quantas vezes você já curou uma pessoa com o seu abraço, uma visita inesperada, um sorriso, uma palavra, um carinho ou até mesmo uma mensagem enviada?

 Sua presença alegra a vida das pessoas, é um poderoso remédio contra a tristeza, a depressão, a dor e os sofrimentos da alma.

 Estar presente na vida das pessoas que amamos é milagre poderoso, que pode transformar-se em processos de cura absoluta. 

Faça parte da caixinha de remédios de alguém!


Chico Xavier


 

Abertura do trabalho de assistência aos irmãos índios

Mensagem do dr. Adolpho – abertura do trabalho de assistência aos irmãos índios – dia 2 de setembro de 2017 – Santana de Parnaíba/SP 


Obrigado a Jesus, por nos permitir diante de tanta adversidade voltar nossos olhos da razão ao nosso passado tenebroso. Quis Jesus que voltássemos o nosso raciocínio, a nossa inteligência, à reflexão para entender a porta do sofrimento, a porta das mazelas. Encontra-se em passado não muito distante, dos que os irmãos como nos outros, derramamos lágrimas, padecemos, sofremos abandono e perdas, testamos na nossa própria pele as noites frias do esquecimento. 

Ao mesmo tempo, buscamos refúgio no Departamento da Justiça e encontramos os irmãos, que hoje reencarnaram na modalidade indígena passando por profundas privações, sendo estes antigos gozadores dos palácios parisienses e de outras nações com farto conforto, mas uma política de relacionamento humano egoísta e nefasta. O corpo no palácio e nas grandes culturas deixaram.   Mas o seu débito na compreensão da razão humana este não ficou esquecido. 

A lei da Justiça permite que sejam atendidos aos seus desejos de reparar na carne, os delitos que na carne produziram. E, em poucos pontos do planeta ainda encontram-se as portas abertas para a reencarnação desses povos, que culturalmente observamos e agradecemos o que fizeram no passado por nós.

Mas Jesus, o grande administrador do planeta Terra e o fornecedor das novas diretrizes para o futuro,  nos colocou no meio ou junto destes irmãos, já envolvidos hoje com os conhecimentos da caridade. E esta casa clama há algum tempo encontrar um departamento que pudesse escoar as dívidas que nós contraímos, encarnados e desencarnados, com estas legiões. 

Hoje sobre as bênçãos de Deus, bênçãos de Jesus, as bênçãos de nossos antepassados, dos grandes orientadores e dirigentes das nações dos planetas que fazem parte do sistema solar, a Terra prepara-se para emergir-se das profundezas das Trevas, aonde se encontra desde a sua criação.

E Jesus norteia a rota em que nós todos, encarnados e desencarnados,  iremos juntos encarnados e desencarnados lapidarmos as nossas almas. E que ela possa um dia ser tão brilhosa quanto uma estrela. E assim mestre, te pedimos autorização, ao reino da natureza,  aos grandes chefes dos vales, aos grandes chefes das montanhas, aos grandes administradores dos mares e dos rios,  da profundeza, das camadas incandescentes deste grande planeta, que respalde com sua ajuda o desejo de servimos à causa humana.

Também te pedimos Jesus, autoriza aos irmãos que norteiam a temperatura das águas, o movimento do vento, a evaporação, a multiplicação das plantas, o florescimento, a produção do pão, a produção de vida. Os mares, os rios, as montanhas e as pedreiras. As profundezas das terras, as profundezas dos mares. 

 Aceite com um pedido do Cristo, a autorização de sermos úteis uns aos outros, não importando em que caverna hoje estamos habitando, que seja da floresta ou de uma grande metrópole, estamos interligados no mesmo sentimento de humanidade e de humanismo. E que Jesus nos prepare para os dias de amanhã, quando desencarnarmos, os reencarnados que tenham força e consciência e que possam honrar os compromissos e as responsabilidades,  de colocar em exercício contínuo a prática da caridade em todo o período reencarnatório. E nós outros, que respaldamos seus dias na Terra, não esquecemos o compromisso de auxiliarmos de forma incondicional. Que Jesus nos abençoe, nos guie e nos fortaleça hoje e para todo sempre,  que assim seja graças a Deus! 

Adolph Frederick Yerperssoven   

2 de setembro de 2017

Assim registrado Jesus está, e assim Jesus será! Porque sempre esteve em nós o desejo de implantar o auxílio e o socorro a todos os corações que sofrem, gemem e tremem de frio e  abandono. Que assim seja! Graça a Deus ! 


 

Escolhas Esquecidas

Dá o que possas, como possas e quanto possas, em benefício dos outros, mas recorda sempre as esmolas esquecidas:


O timbre de voz fraterna com quem ainda não te simpatizas;

O sorriso acolhedor para a visita inesperada;

O minuto de boa vontade no esclarecimento amigo;

A simples conversação reconfortante com a pessoa cuja presença te desagrada;

O silêncio generoso ante a provocação daqueles que ainda não te compreendem;

A insignificante gentileza na via pública;

A referência construtiva em favor dos ausentes;

O serviço singelo aos desconhecidos;

A oração pelos adversários;

A consideração para com os mais velhos;

O amparo à criança;

A ligeira visita aos doentes;

O bilhete afetuoso ao irmão necessitado de bom ânimo;

O carinho em casa;

O socorro aos desalentados;

A palavra otimista para quem te ouve;

A leitura edificante;

O respeito às situações que não conheces;

O auxilio à natureza;


A cooperação desinteressada no bem.

Não te afastes do abençoado serviço a todos.

Os pequeninos gestos espontâneos da verdadeira fraternidade são alicerces seguros na construção do Reino de Luz e Amor.


Scheilla

Do livro Seguindo Juntos, obra mediúnica psicografada pelo médium Francisco Cândido Xavier. 


 

A necessidade de podar o Ego

Eu quero pedir aos senhores que utilizem seus pares como forças coletivas para atenderem às necessidades dos amigos do Cristo. Não se enfraqueçam, não se firam, não se acusem, ajudem-se, perdoem-se, tolerem-se, amem-se, fortaleçam-se. Por maior que seja a sua razão, autorizando-lhe a enfraquecer, a punir, veja a necessidade dos que lhe cercam. Despreze a sua razão e sirva, na ocasião, aos necessitados.

Se eu acreditasse na morte, eu poderia jurar que seria assim até a minha morte, mas como ela não existe, reafirmo até a eternidade: estão dispostos a servir a causa do Cristo, em qualquer circunstância em que forem chamados?

Não tenham medo de absolutamente nada, nem das trevas que se apresentam com a noite, nem dos monstros que se deslocam nas madrugadas, nem dos esqueletos expostos quando a maré baixa. Também não se riam na beleza absoluta da maré alta, porque ela encobre muitos perigos. O espírito de cautela há de conviver conosco, sempre.

Jesus não lhes permitiu estar com Ele todos esses dias, todo esse tempo, se Ele não acreditasse em novas atitudes de vocês. A mente de vocês tem um direcionamento, mas muitos vigiam o caminho que a mente de vocês trilha. É necessário termos cuidado para que o caminho que a nossa mente trilha não aguce a vaidade ou os inimigos do progresso.

Os senhores vão testemunhar isso: muitos se enchem de boa vontade, mas na primeira oportunidade em que o ego tem que ser ferido, nós recolhemos nossas redes e dizemos que essa obra pertence a outros não a nós. E é justamente isso que nós necessitamos: podar nosso ego.

E o mundo, por necessidade, no início da última metade do século XX, sucumbiu ao vício do militarismo, espalhou a sua febre pelos quatro cantos do Planeta. Mas logo há o desconforto, a desconfiança e o militarismo foi combatido, e todos os quartéis foram desmontados, de forma incauta, achando que liberdade poderia ser vivida por todos os homens.

E agora a prova é mais do que suficiente de que a liberdade ultrapassou os limites e vivenciou-se a desordem e a libertinagem. E o espírito do militarismo está sendo chamado e vai ser chamado, para expulsar do terreno social a libertinagem insana e satânica. O homem foi mal educado, a família foi mal estruturada. Há a ilusão de que os seres são novos, há um pseudodesenvolvimento, uma pseudosociedade, um pseudodireito.

Vocês acham que a vida tem fim? Os senhores vão desencarnar e vão continuar trabalhando. Deixar o corpo na Terra, com consciência, é uma das maiores dádivas que os senhores podem receber.

Sejamos grandes sempre. Peçam a Jesus, que entre a liberdade e a possibilidade de erro, que Ele os aprisione.

Obrigado!

Dr. Adolfo

(Mensagem recebida em 21/01/2017 no Instituto Espírita Cidadão do Mundo, através do médium Laerson Cândido de Oliveira)

 

O que é prioridade para você hoje?


“Quando as coisas estavam muito ruins, foi mais fácil passar por elas, porque eu sabia que aquilo iria passar. E quando as coisas estavam muito boas, eu as aproveitei bastante, porque também sabia que iriam Passar”.


O pensamento, da médica geriatra Ana Cláudia Quintana Arantes, especialista em cuidados paliativos, nos lembra sobre a brevidade da vida terrena e nos força a refletir sobre o que colocamos como prioridade neste mundo.


Se o que realmente importa é o ter, acumular, exibir, na tentativa de nos mostrarmos melhores do que o outro sob o ponto de vista físico, material ou intelectual, significa que nossa vida é uma competição eterna e nunca estaremos suficientemente satisfeitos. Afinal, são cerca de 7 bilhões de habitantes no planeta - não é difícil concluir que haverá sempre alguém “melhor” do que nós, e muito outros em condições muito piores também. Mas se o que valer, na verdade, for o amor, a doação, a compreensão, o carinho, o perdão e a união, a vida pode se tornar uma sucessão de realizações, que não se apagam com o tempo.


Cada ser tem a oportunidade de deixar um rastro de luzpor onde passa, influenciando de maneira positiva a vida do semelhante, a do planeta e a sua própria existência. Cada um de nós é dotado de qualidades únicas, especiais, verdadeiros dons concedidos por Deus, que nos “equipou” da melhor maneira possível para que possamos cumprir nossa missão. Mas é preciso que estejamos sintonizados com Ele para saber usar essas “ferramentas”.


Segundo a Dra. Ana Cláudia, a morte é uma das coisas mais intensas como ferramenta de empoderamento do ser humano. “Quando você tem noção do fim da sua vida, não tem ninguém que te enrole. Por que você vai desperdiçar o seu tempo com coisas irrelevantes?” Se você imaginar, por exemplo, que estará morto daqui a uma semana, qual é o tamanho do problema que você tem hoje? É realmente importante? “Você não precisa estar doente para ter noção de prioridade”, diz Ana Cláudia. Ao considerar a brevidade da vida, passamos a redimensionar as nossas dificuldades e descobrimos que, sim, somos capazes de superá-las.


O que é prioridade para você hoje?

“Quando as coisas estavam muito ruins, foi mais fácil passar por elas, porque eu sabia que aquilo iria passar. E quando as coisas estavam muito boas, eu as aproveitei bastante, porque também sabia que iriam Passar”.

O pensamento, da médica geriatra Ana Cláudia Quintana Arantes, especialista em cuidados paliativos, nos lembra sobre a brevidade da vida terrena e nos força a refletir sobre o que colocamos como prioridade neste mundo.

Se o que realmente importa é o ter, acumular, exibir, na tentativa de nos mostrarmos melhores do que o outro sob o ponto de vista físico, material ou intelectual, significa que nossa vida é uma competição eterna e nunca estaremos suficientemente satisfeitos. Afinal, são cerca de 7 bilhões de habitantes no planeta - não é difícil concluir que haverá sempre alguém “melhor” do que nós, e muito outros em condições muito piores também. Mas se o que valer, na verdade, for o amor, a doação, a compreensão, o carinho, o perdão e a união, a vida pode se tornar uma sucessão de realizações, que não se apagam com o tempo.

Cada ser tem a oportunidade de deixar um rastro de luzpor onde passa, influenciando de maneira positiva a vida do semelhante, a do planeta e a sua própria existência. Cada um de nós é dotado de qualidades únicas, especiais, verdadeiros dons concedidos por Deus, que nos “equipou” da melhor maneira possível para que possamos cumprir nossa missão. Mas é preciso que estejamos sintonizados com Ele para saber usar essas “ferramentas”.

Segundo a Dra. Ana Cláudia, a morte é uma das coisas mais intensas como ferramenta de empoderamento do ser humano. “Quando você tem noção do fim da sua vida, não tem ninguém que te enrole. Por que você vai desperdiçar o seu tempo com coisas irrelevantes?” Se você imaginar, por exemplo, que estará morto daqui a uma semana, qual é o tamanho do problema que você tem hoje? É realmente importante? “Você não precisa estar doente para ter noção de prioridade”, diz Ana Cláudia. Ao considerar a brevidade da vida, passamos a redimensionar as nossas dificuldades e descobrimos que, sim, somos capazes de superá-las.

Jornal O Cidadão, Ano 15 - Edição 106, Abril e Maio de 2017.

 

A Antevisão de Kardec


Allan Kardec afirmou que a descoberta do mundo dos espíritos era mais importante do que a descoberta das Américas, pois, nem todos viajariam para o Novo Mundo, em contrapartida todos viajarão para o mundo espírita, porque a morte é inerente ao ser humano. 

Ao assistir pela primeira vez fenômenos mediúnicos na residência da Sra. Planamaison, ele analisou demoradamente, e concluiu que uma nova era começava para a humanidade. Era a antevisão de alguém com um profundo bom senso. 

Os fenômenos assistidos por ele, eram bizarros, estranhos. Eram mesas que giravam, dançavam, batiam com um pé no chão, e respondiam perguntas, adivinhavam pensamentos. 

Pouco depois, ele vê fenômenos de uma ordem mais elevada, a psicografia, embora indireta, ou seja, com o lápis atravessando o fundo de uma cestinha de vime, equilibrada em suas bordas pelas mãos de duas meninas, Julie e Caroline Baudin. 

Daí para frente a mediunidade entrava numa nova fase, deixando definitivamente os arraiais da superstição, do maravilhoso e do sobrenatural. Uma das primeiras e importantes descobertas de Allan Kardec, foi constatar que o mundo espiritual é habitado por espíritos de todas as categorias, que viveram como homens na Terra, e o seu saber é limitado ao seu adiantamento. 

Todos eles podem se comunicar com os homens, portanto, é preciso estar prevenido contra as mentiras, os embustes, e as maldades, assim também, com os pseudo-sábios. Kardec não poupou esforços para advertir, sobre essas peculiaridades, a todos aqueles que lidam com espíritos.

Ele fez mais do que isso: como os espíritos podem influenciar os homens através do pensamento, Kardec advertiu para que cuidássemos da qualidade dos nossos pensamentos habituais, para que não houvesse a ligação com mentes maldosas, depravadas ou ociosas. 

Para isso ele construiu de forma didática, a Escala Espírita, esclarecendo o tipo de influências dos espíritos, de acordo com a sua categoria. Aprendemos com Kardec que os espíritos estão por toda a parte. 

Acotovelam-nos constantemente, pois estão em nossas casas, nas ruas, nas calçadas, nas lojas, nas casas de diversões, não raro, em conluio com as mentes humanas, ou em agrupamentos espirituais no espaço, onde criam organizações, convivências, sociedades, de acordo com os objetivos e a escala moral que ocupam.

Tudo isso pode parecer estranho para quem esperava encontrar, depois da morte, o nada, ou moradas fixas representadas pelo céu, para os bons, e o infernos para os pecadores. Nas descobertas constantes, motivadas pela investigação, Kardec descobriu que existem espíritos vivendo entre nós, com a ilusão de que ainda estão revestidos de corpos físicos. Ilusão que dura, as vezes, muito tempo.

Como é fácil de verificar, existe uma certa complexidade doutrinária que exige algum preparo para lidar com os espíritos. Não se trata de exigência de intelectualidade, mas sim de compreensão, entendimento dos postulados espíritas. Para conseguir isso é preciso estudar, e a base desse estudo é a obra Kardequiana.


Amilcar Del Chiaro Filho

 

"O silêncio traz"

Lembre-se:

Onde quer que vc esteja, seja a alma deste lugar...

Discutir não alimenta. Reclamar não resolve. Revolta não auxilia. Desespero não ilumina. Tristeza não leva a nada. 

Lágrima não substitui suor. 

Irritação intoxica. Deserção agrava. Calúnia responde sempre com o pior. 

Para todos os males, só existe um medicamento de eficiência comprovada. 

Continuar na paz, compreendendo, ajudando, aguardando o concurso sábio do Tempo, na certeza de que o que não for bom para os outros não será bom para nós...

Pessoas feridas ferem pessoas.

Pessoas curadas curam pessoas.

Pessoas amadas amam pessoas.

Pessoas transformadas transformam pessoas.

Pessoas chatas chateiam pessoas.

Pessoas amarguradas amarguram pessoas.

Pessoas santificadas santificam pessoas.

Quem eu sou interfere diretamente naqueles que estão ao meu redor.

Acorde…

Se cubra de Gratidão, se encha de Amor e recomece… 

O que for benção pra sua vida,  Deus te entregará, e o que não for, ele te livrará! 

Um dia bonito nem sempre é um dia de sol…

Mas com certeza é um dia de Paz.


Chico Xavier


 

Médico Interno

Nosso corpo é uma excelente máquina formada por equipamentos delicados, que são comandados pelo Espírito através do cérebro.

É assim que as trilhões de células obedecem às ordens da mente.

Quando temos a propensão para o pessimismo, o ressentimento, o desamor, cargas nocivas são elaboradas e atiradas nos mecanismos encarregados de preservar nosso organismo, produzindo muitos males.

De igual maneira, as disposições otimistas e afetuosas produzem energias refazentes, que recuperam os desarranjos momentâneos dos órgãos que constituem nossa máquina fisiológica.

Nosso corpo é um laboratório de gigantescas possibilidades, sempre suscetível de se desarranjar ou de se recompor, conforme as vibrações emitidas pela mente.

A mente é uma espécie de centro de controle que envia mensagens para todos os pontos de nossa organização física.

Baseados nisso, podemos dizer seguramente que possuímos em nós um médico interno, que o Espírito encarnado comanda, aguardando diretrizes para agir corretamente.

Esse médico está sempre disposto a nos fazer retornar ao estado natural de saúde. Basta que acionemos os comandos específicos para isso.

Quando esse médico é desconsiderado e deixa de atuar, é superado pelos fatores destrutivos, igualmente presentes na organização fisiológica, prontos à desgastante tarefa da doença com todas as suas complicações.

Esse médico interior pode e deve ser orientado pelo pensamento seguro, pelas disposições do ânimo equilibrado, pela esperança de vitória, pela total confiança em Deus e na oração, que estimulam todas as células para o desempenho correto da finalidade que lhes diz respeito.

Ficaremos livres de muitas doenças quando soubermos aproveitar essas imensas possibilidades que dormem em nós.

Descobriremos os caminhos da autocura, do diálogo amistoso com nosso corpo físico, não mais lutando contra ele, contra as dores, contra suas vontades, mas sabendo escutá-lo e compreendendo suas reais necessidades.

O médico interno necessita de paz para trabalhar.

Ninguém consegue desempenhar um trabalho minucioso e delicado em meio à balbúrdia, à agitação.

Silêncio. Proporcionemos a nós mesmos momentos de silêncio interior.

Caso não tenhamos condições de fazê-lo por conta própria, peçamos ajuda. Utilizemos alguma das inúmeras técnicas de meditação, de autoencontro e de recolhimento disponíveis no mundo.

Tranquilizemos a mente agitada. Façamos exercícios saudáveis. Mudemos o foco dos pensamentos.

Agradeçamos pela vida. Agradeçamos pelo corpo que recebemos. Vibremos pela saúde dele, desejando que possa estar em plenas condições de usufruir as oportunidades da existência.

Nunca nos revoltemos contra ele. Não sejamos inimigo de suas dores. Aprendamos com elas porque estão apenas sinalizando um local que pede nossa atenção imediata, uma região em desequilíbrio.

Desejemos saúde a nós mesmos, diariamente, da mesma forma que desejamos aos seres que mais amamos. Cuidemos do corpo e dos sentimentos e emoções.

Nosso médico interno fará o resto.


 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>
Página 1 de 62
Translate
English French German Italian Russian Spanish
NATAL COM JESUS


Para realizar mais um Natal com Jesus, precisamos de sua colaboração!

Em 18 anos de trabalho, o IECIM já distribuiu mais de 52.000 cestas básicas para famílias carentes de São Paulo.

Sua ajuda faz diferença!

BRADESCO (237)
AGÊNCIA: 2199-7
CONTA POUPANÇA: 21320-9
CNPJ: 003.260.188/0001-03 

 Obrigado e que Jesus o abençoe!

Doações
Banner
Pesquisar
Facebook
Popular
Direitos Autorais

Amigos, nossas postagens, fotos, estudos, vídeos e outras publicações são recebidas de amigos ou autorizadas pelos seus responsáveis. Primamos pela ética e o respeito aos Direitos da Propriedade Intelectual. Se você é proprietário de algum material publicado neste site, por favor, informe para que possamos legalizar a divulgação ou proceder a sua imediata retirada. Clique aqui.