Home Home

Palestras IECIM - Série Personalidades: André Luis

 

Palestras e atendimentos realizados no Instituto Espírita Cidadão do Mundo por Laerson Cândido de Oliveira.

Este vídeo faz parte de uma série de narrativas sobre as encarnações de alguns espíritos famosos, que despertam a curiosidade de todos. A história de André Luis ensina-nos muito sobre a imperfeição humana e como evoluir em nossas relações com o próximo.

 

 

 

Mensagem recebida por psicofonia pelo Médium Laerson Cândido Oliveira, em 20/12/2008

 

IECIM, após os trabalhos de Cura a Distância. Com a palavra, nosso mentor, Dr. Adolfo.

Senhor, submergido em meu passado tenebroso, ouso distanciar-me do meu casulo para receber um pouco de luz, pela Tua infinita bondade. Reconheço a minha pequenêz e minha doença produzida pela imperfeição, mas me atrevo a vir a público dizer que necessito do Teu Amor, necessito da Tua Compreensão. Recebo as plumas alvejantes do Teu Coração magnânimo que limpa minhas feridas e balsamiza minhas dores. Reconheço Tuas mãos milagrosas no cuidado das feridas dos moribundos.

Reconheço a silhueta do Divino Amigo amparando os desorientados. Sinto, com minha sensibilidade, o magnetismo de Amor puro que envolve o ambiente inteiro. Senhor, de joelhos eu Te peço a dádiva abençoada do trabalho, em qualquer circunstância. O meu coração tem sede de servir, porque sei que junto aos doentes como eu, irei Te encontrar, em todos os instantes em que eu orar e ensinar ao meu irmão a acreditar nas forças de Tuas balsamizadoras mãos. Amigo, balsamiza os corações aqui presentes, os que estagiaram no corpo e os que se aglomeram por amor à causa do bem. Senhor, ontem estive vestido na carne, hoje despido estou, mas com a Glória de Deus e Tua ajuda quero ser merecedor de novas experiências.

Obrigado Senhor, obrigado senhores, em nome de Jesus me despeço, aguardando breve regresso para palestrar, falando de novos horizontes, novas fontes, novas tarefas, novos ganhos, novas alegrias e novas satisfações. Que Assim Seja. Graças a Deus!

 

 

Da ilusão à reforma íntima - Caso Clínico

 

A história de Maria Cristina, que descobriu um sentido para a vida depois da dor física

Tudo começou com dores no lado esquerdo da virilha. Era setembro de 2009 e Maria Cristina Morales Belandrino, então com 45 anos, procurou o clínico geral no posto de saúde da sua cidade, Peruíbe, litoral paulista.

A princípio, o médico achou que fosse uma hérnia de hiato. Pediu que Maria Cristina fizesse todos os exames necessários – sangue, ultrassom transvaginal, papanicolau, mamografia – e levasse os resultados para o ginecologista. Os exames não revelaram nenhum problema e o especialista indicou apenas uma pomada.

A dor não só continuou, como aumentou. Já era dezembro de 2009 e Cristina começou também a perder peso rapidamente e a sofrer de fadiga crônica.

“Bofetadas”

Espírita, o pai de Maria Cristina sugeriu que a filha procurasse atendimento em um centro da cidade, frequentado por um amigo. Cristina foi então ao IECIM Peruíbe.

“Fui muito bem recebida lá”, lembra Cristina. “Cheguei no momento da palestra do Laerson e tudo o que ele dizia tinha o efeito de uma bofetada em mim”, diz ela. Isso porque o dirigente do IECIM, Laerson Cândido de Oliveira, falava do tempo que muitas pessoas perdem iludidas com um templo, uma igreja, uma religião, sem conhecer o valor da verdadeira caridade.

Para Cristina, a lição cabia perfeitamente na sua experiência. Durante quase 15 anos, ela foi adepta do candomblé. “A música, os tambores, as vestimentas, tudo me chamava a atenção no começo”, diz ela. “Mas depois comecei a me desanimar com tudo aquilo, sentia que queria algo mais, precisava entender realmente o que era o Espiritismo”.

No momento do atendimento, o Dr. Adolfo, um dos mentores espirituais do IECIM, colocou uma agulha na região onde Cristina sentia dor. E foi só.

 

Leia mais...

 

Palestras IECIM - Tema: Fim do Mundo

 

Palestras e atendimentos realizados no Instituto Espírita Cidadão do Mundo por Laerson Cândido de Oliveira.

O mundo vai mesmo acabar em 2012?

Previsões catastróficas, teorias mirabolantes e antigas profecias dão conta de que o fim dos tempos está próximo.

Assista neste vídeo a algumas revelações e mensagens transmitidas pelo plano espiritual acerca dos acontecimentos previstos para a humanidade.

 

Diferença entre ressurreição e reencarnação

O que diz o Evangelho Segundo o Espiritismo

Com a proximidade da Páscoa católica, onde se celebra a ressurreição de Cristo entre os mortos, vale a pena recordarmos o que diz o capítulo IV do Evangelho Segundo o Espiritismo, “Ninguém pode ver o Reino de Deus se não nascer de novo”, a respeito da diferença entre ressurreição e reen-carnação
1 – E veio Jesus para os lados de Cesaréia de Felipe, e interrogou seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens que é o Filho do Homem? E eles responderam: Uns dizem que é João Batista, mas outros que é Elias, e outros que Jeremias ou algum dos Profetas. Disse-lhes Jesus: E vós, quem dizeis que sou eu? Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, filho do Deus vivo. E respondendo Jesus, lhe disse: Bem aventurado és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne e o sangue que te revelaram isso, mas sim meu Pai, que está nos Céus”. (Mateus, XVI: 13-17)
2 – E chegou a Herodes, o Tetrarca notícia de tudo o que Jesus obrava, e ficou como suspenso, porque diziam uns: É João que ressurgiu dos mortos; e outros: É Elias que apareceu; e outros: É um dos antigos profetas que ressusci-tou. Então disse Herodes: Eu mandei degolar a João; quem é, pois, este, de quem ouço semelhantes coisas? E bus-cava ocasião de o ver. (Marcos, VI: 14-15; Lucas, IX: 7-9)

 

Leia mais...

 

Mensagem recebida por psicofonia pelo Médium Laerson

Nas minhas fantasias noturnas, sonhei. Sonhei que poderia comandar a própria vida.
Sonhei que poderia me distanciar dos homens. Eu sonhei que deveria construir uma sólida construção que me separasse dos que sofrem. O gemido me trazia muitas perturbações.
As lágrimas, a pequenez, a incompreensão doíam e eu não podia continuar no mesmo mundo que esses seres habitavam. Sonhei, passou a noite escura.
Quando acordei, quando os lampejos da razão me invadiram, eu estava contaminado com aquilo com que os outros sofriam, porque eu não suportava a dor, a pequenez que viviam em mim. O meu distanciamento que eu almejava era de mim mesmo, mas acordei. Acordei disposto a encontrar um novo caminho. Sol brilhante, manhã cheia de magia. Outro dia nasceu. Oportunidades novas. Trabalho a executar. A magia no peito. A vontade de vencer; a vontade de vencer a mim mesmo. Desfazer a barreira que construí. A cegueira profunda. A assistência do sol, o brilho nas paredes. O reluzir do chão envolve-me a alma. Companheiros me acenam. Eu cumprimento hu-mildemente. A organização se faz.
Senhor, eis aqui outros necessitando de nossos préstimos. A magia que residia no peito desce pelas mãos, o olhar brilha e o trabalho recomeça. A atmosfera de amor, de cuidado e de gratidão. As árvores nos cumprimentam, o sol nos acalenta e a felicidade nos invade. A manhã findou, iniciou a tarde. O cansaço não veio. A gratidão pulsa em todos os seres. Os assistidos e os assistentes. Que maravilha, que maravilha. Onde havia dor, agora há cooperação. Onde havia desprezo, há amparo. Que maravilha. É hora de orar.

O peito se abre em forma de gratidão. As lágrimas que caem, reconhecendo a pequenez. Mas Senhor, aqui estou ou-tra vez para te dizer: muito obrigado porque eu trabalhei, muito obrigado porque produzi o sorriso naqueles que só tinham expressão de dor. Obrigado porque fui chamado como trabalhador de última hora.
“Mas, Senhor, muito obrigado por nosso nome estar na lista de trabalhadores benditos. Obrigado, queridos, que, com Jesus, todos nós em segurança caminharemos.
Se hoje falo porque demorei a compreender, os que não compreendem amanhã irão dizer: obrigado, Senhor, por existir o trabalho redentor de nossas almas”.
Que assim seja, que assim seja.
Gratos estamos por nos instruir.
Graças a Deus.

 

 

Palestras IECIM - Tema: Casamento

 

Palestras e atendimentos realizados no Instituto Espírita Cidadão do Mundo por Laerson Cândido de Oliveira.

Não deu praia, mas, muito melhor, quem foi a Peruíbe pôde assistir a mais uma palestra do nosso amigo Laerson, que falou sobre um tema sério: o casamento, com seu bom humor contagiante e a profunda sabedoria de sempre.
Além disso, as quase 200 pessoas que compareceram receberam passe e assistência espiritual. Quem perdeu pode conferir aqui um trechinho desse dia (5 de agosto de 2012).

 

IECIM passa a atender na Casa do Caminho

Sessões de cura espiritual são realizadas uma vez por mês aos domingos, em Ibiúna (SP)
A Associação Espírita de Ibiúna Casa do Caminho passou a contar, desde o fim do ano passado, com sessões de cura espiritual. O dirigente do Instituto Espírita Cidadão do Mundo (IECIM), Laerson Cândido de Oliveira, é quem presta o atendimento mediúnico, que acontece sempre no último domingo do mês, a partir das 10 h.
Localizada na zona rural de Ibiúna, cidade a 70 quilômetros da capital paulista, a Casa do Caminho está sediada em um espaço de 65 mil metros quadrados, dentro de uma fazenda. O local foi erguido em 1994, mas o atendimento começou bem antes disso, no fim dos anos 70.

Jurien
O casal de holandeses naturalizado brasileiro, Guilherme e Inês Derhagen, perdeu o único filho, Jurien, em 1978, morto aos 19 anos em decorrência de um câncer cerebral. Transtornados, os pais procuraram o médium Francisco Cândido Xavier, acompanhados do amigo, Manoel Aquino de Resende. “As nossas famílias eram muito unidas, nossos filhos eram amigos”, lembra o Dr. Resende, como é conhecido.
Em Uberaba (MG), Chico Xavier psicografou uma mensagem, assinada pelo Dr. Bezerra de Menezes, informando que Jurien estava bem no plano espiritual. E que, em nome dele, era preciso fundar um trabalho de assistência espiritual com o Dr. Resende, hoje com 82 anos. “Eu e minha mulher, Darci, viemos fazer uma visita após a morte de Jurien e acabamos nos mudando para cá”, diz ele, que morou durante quase 30 anos no Tatuapé, zona leste de São Paulo.

Leia mais...

 

Palestras IECIM - Tema: Paz e Agressividade

 

Assim como o bem e o mal estão presentes em cada um de nós, criaturas orignalmente imperfeitas, também presenciamos essa dicotomia na natureza das coisas, em nossos sentimentos e atitudes. Além de inerente à nossa condição humana, a agressividade muitas vezes é necessária, tirando-nos da inércia e do desânimo  e funcionando como propulsora para o atingimento de nossos objetivos. Ela é positiva quando nos faz derrubar obstáculos, contestar antigos paradigmas e abrir novos caminhos em busca de paz e evolução.

 

<< Início < Anterior 181 182 183 Próximo > Fim >>

Página 182 de 183

Translate
English French German Italian Russian Spanish
Doações
Banner
Pesquisar
Facebook
Popular
Direitos Autorais

Amigos, nossas postagens, fotos, estudos, vídeos e outras publicações são recebidas de amigos ou autorizadas pelos seus responsáveis. Primamos pela ética e o respeito aos Direitos da Propriedade Intelectual. Se você é proprietário de algum material publicado neste site, por favor, informe para que possamos legalizar a divulgação ou proceder a sua imediata retirada. Clique aqui.