Home Filmes Espíritas

Filmes Espíritas

Tesouros no Céu



A palavra do Cristo é clara e insofismável. - "Ajuntai tesouros no céu" - disse-nos o Senhor. 

Isso quer dizer "acumulemos valores íntimos para comungar a glória eterna!"

Amealhemos bondade e cultura, compreensão e simpatia. 

Sem o tesouro da educação pessoal é inútil a nossa penetração nos céus, porquanto estaríamos órfãos de sintonia para corresponder aos apelos da Vida Superior. 

Cresçamos na virtude e incorporemos a verdadeira sabedoria, porque amanhã serás visitado pela mão niveladora da morte e possuirás tão-somente as qualidades nobres ou aviltantes que houverem instalado em ti mesmo.


 

A Lei Maior



Jesus revaloriza e reinterpreta, a Lei de Deus na sua íntegra, particularmente dos 10 Mandamentos, tendo por objectivo levá-los à perfeição. Durante esta longa reinterpretação, Jesus exorta as pessoas a não ofender o seu próprio irmão e, se tal acontecer, buscarem uma reconciliação com ele (o ofendido) o mais cedo possível, deixando, se for necessário, a oferta diante do altar para ir primeiro fazer as pazes com o irmão e pedir o seu perdão pelas ofensas cometidas.

Jesus apela também para não resistir ao mau, querendo isto dizer que, na medida dos possíveis, não devemos resistir fisicamente às agressões (se alguém te ferir a face direita, oferece-lhe também a outra), mas também não devemos replicar no momento ou posteriormente em tribunal os golpes sofridos, revogando assim a famosa Lei do talião que defende a vingança e a retaliação. Ele exorta também para dar a quem te pede e não te desvies daquele que te quer pedir emprestado.

No fim desta reinterpretação da Lei de Deus feita por Jesus, Ele apela aos homens para, se eles quiserem ser os verdadeiros filhos de Deus, amar não só o seu próximo, mas também os seus inimigos, fazendo bem aos que vos odeiam e orando pelos que vos [maltratam e] perseguem, tal como Deus, que faz nascer o sol tanto sobre os maus como sobre os bons, e faz chover sobre os justos e sobre os injustos. No fim, Jesus exorta para todos os homens, com esta prática de amor incondicional e supremo (uma das ideias-chave do Cristianismo), serem perfeitos, tal como Deus Pai, que é também perfeito. 


 

As Bem-Aventuranças



As Bem-aventuranças, dentro do Sermão da Montanha, é um longo discurso de Jesus que pode ser lido no Evangelho de Mateus.

Este discurso pode ser considerado como um resumo dos ensinamentos de Jesus.

Mahatma Gandhi disse: "se toda a literatura espiritual da Humanidade perecesse, e só se salvasse o Sermão da Montanha, nada estaria perdido". 

As bem-aventuranças representam o mais violento contraste entre os padrões do homem material e o ideal do ser espiritual.




 

Jesus e Nicodemos Conversam Sobre Nascer de Novo



Na escuridão da noite, Jesus ensina a Nicodemos sobre a necessidade de cada pessoa nascer de novo.

E Nicodemos questiona “Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer segunda vez?”, é o perfeito entendimento de Nicodemos sobre a afirmação de Jesus da necessidade de nascer de novo, ou seja, entendeu muito bem que seria nascer fisicamente de novo. Entretanto, só não sabia como isso ocorreria. Se não fosse o nascer de novo (ou seja, reencarnar) ele teria dito: não é disso que estou falando, mas ao contrário, reafirma o fato acrescentando: “Não te admires de eu te dizer: importa-vos nascer de novo”. Para completar o raciocínio sobre a questão da reencarnação, juntaremos a resposta dada por Jesus aos seus discípulos sobre a pessoa de João Batista: “E, se o quereis reconhecer, ele mesmo é o Elias que estava para vir. Quem tem ouvidos (para ouvir) ouça” (Mt 11, 13-14). Como se vê, Jesus afirma categoricamente que João Batista é mesmo o espírito Elias nele reencarnado.


 

O Evangelho Segundo o Espiritismo: 150 anos



O Evangelho Segundo o Espiritismo, o terceiro livro da codificação espírita de Allan Kardec, completa neste mês 150 anos. 

Em comemoração, o Mundo Maior Repórter de abril fará uma edição especial. Qual o objetivo e os mistérios que envolvem a publicação? Por que os espíritas foram perseguidos depois do seu lançamento? Quais os ensinamentos que o livro nos traz? Por que as verdades de Cristo são questionáveis, mas a sua moral continua inabalável?



 

DR. MESMER - O FEITICEIRO (MESMER)


Canadá / Inglaterra / Alemanha, 1994. Direção de Roger Spottiswoode.

Com Alan Rickman, Amanda Ooms, Peter Dvorsky, Anna Thalbach.

Overseas Filmgroup, colorido, 1h50, Paris Video Filmes.

Filme histórico baseado na vida do médico alemão Dr. Franz Anton Mesmer (1734-1815), criador do mesmerismo, doutrina que, dentre outros postulados, defende a existência de um fluido universal, magnético, fundamental para a manutenção ou restabelecimento da saúde humana.

O roteiro mostra, com detalhes, a célebre cura, realizada por Mesmer, (Alan Rickman, Duro de Matar, Rasputin), da jovem pianista Maria Theresa Paradies (Amanda Ooms), da alta sociedade austríaca, portadora de cegueira histérica desde os 3 anos (caso registrado na literatura), concentrando o enredo no romance entre ambos.

São também abordadas, com detalhes, suas inovadoras técnicas de tratamento e as perseguições sofridas por ele em face de sua conduta profissional revolucionária -- médico milagroso? Charlatão? Feiticeiro? -, ao longo de tumultuada existência, caracterizada por várias mudanças de domicílio: Viena... Paris... Versailes... e cidades da Suíça e Alemanha, provocadas pelas perseguições.

Leia mais...

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Próximo > Fim >>

Página 1 de 9
Doações
Banner
Pesquisar
Facebook
Popular